Dicas para melhorar a saúde e a qualidade de vida do Idoso

Quem diria que aquela criança cresceria e depois na fase adulta com toda a força aparentemente inabalável voltaria a ter a mesma fragilidade de uma criança. É isso mesmo, é assim que é a saúde do idoso.

Esse que talvez esteja ai de frente quando você olha no espelho, ou  perto de você ou aquele que seremos daqui a alguns poucos anos, por que passa rápido e a idade chega de alguma forma mais ela chega, fator inevitável aso ser humano.

Órgãos estaduais e municipais estão empenhados em buscar melhores condições de vida para os idosos no Brasil, pouco se falava na prevenção e cuidados da saúde dos idosos á alguns anos atrás, hoje essa questão tão importante vem sendo tratada com maior atenção e constantes pesquisas para melhores condições para essa fase da vida.

Médicos Geriátricos e Gerontólogos médicos e profissionais da saúde são especialista na saúde, envelhecimento e do bem-estar do idoso se dedicando a diagnósticos prévios para sua longevidade e segurança.

A Atenção básica ao idoso consiste em:

Atendimento Médico periódico: o idoso precisa de acompanhamento médico periódico para realização de exames, já que estão mais vulneráveis as doença e sua imunidade para defesa das mesmas é baixa.

Atendimento Especializado Nutricional: muitos deles já não podem se alimentar com qualquer tipo de alimento, e nem em qualquer horário e nem em qualquer quantidade, de acordo com as doenças que se desenvolveram ao longo da vida os cuidados são maiores em questão de alimentação e higienização desses alimentos, além disso,  muitos deles precisam de auxilio de suplementação alimentar para reposição de vitaminas que foram perdidas ao longo dos anos.

Exercícios físicos: O sedentarismo nessa fase é um fator de alto risco, é necessário que o idoso faça exercícios com acompanhamento de uma profissional da área e de acordo com prescrição medica, nem todos podem mais fazer todos os tipos de exercícios mesmo o que são destinados para essa fase da vida.

Essa é uma fase da vida que vai além da prevenção mais também entender as necessidades físicas, emocionais e sócias dessa pessoa que precisa de mais atenção de todos que estão a sua volta isso requer habilidade, atenção e paciência.